Nutrição

Nutrição

MATUTINO

NOTURNO

O Curso de Nutrição será norteado por um modelo de ensino que incentiva a constante auto-organização do aluno através do estabelecimento de relações dialógicas com os demais agentes do sistema – colegas, professores e a comunidade –, respeitando-se a subjetividade de cada um e suas diferenças para que, com isso, se estimule a reflexão e a autonomia do pensamento e da prática. As ações conjuntas e o modelo formativo deste projeto pedagógico visam a desenvolver as competências primordiais associadas ao ensino, na perspectiva de que o aluno seja capaz, ao final do curso, de formular, analisar e administrar as questões relativas à atuação profissional.

CONCEPÇÃO:

Portanto, a metodologia de ensino preconizará a construção do conhecimento a partir da vivência de experiências significativas e integração entre as diferentes disciplinas do curso, sempre que possível. Para ser significativo, o conteúdo deverá relacionar-se a conhecimentos prévios do aluno, exigindo deste uma atitude favorável capaz de atribuir significado próprio aos conteúdos que assimila e, no que se refere ao corpo docente, uma tarefa mobilizadora e integrada para que tal aprendizagem ocorra.

MISSÃO DO CURSO:

Sua missão será formar profissionais de saúde comprometidos com a defesa da vida, com o ser humano, com a cidadania e com responsabilidade sócio-econômica-ambiental. Formar profissionais generalistas, críticos, com visão humanística, capazes de realizar transformações sociais, pautados nos princípios éticos e legais, conscientes e comprometidos com o aprendizado contínuo, aptos a atuar interprofissionalmente em prol do indivíduo e da sociedade, em todas as áreas do conhecimento em que alimentação e nutrição se apresentem como fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde.

OBJETIVOS DO CURSO:

O objetivo do curso de Nutrição da Faculdade Santa Maria da Glória – SMG é formar profissionais Nutricionistas generalistas com capacidade para o desenvolvimento de atividades sociais e técnicas dentre as áreas de atuação pertinentes à profissão, visando à instrução de profissionais atuantes na educação, promoção, proteção, manutenção e recuperação da saúde de indivíduos e coletividades de forma ética, competente, humanista e inovadora.

PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO

O Curso de Nutrição prioriza dotar o profissional dos conhecimentos requeridos capacitando-o a atuar, baseado em princípios éticos, em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação e a nutrição se apresentem fundamentais para a promoção e a recuperação da saúde e para a diminuição do risco de doenças de indivíduos e coletividades, contribuindo para a melhoria e manutenção da qualidade de vida.  

No Brasil, além do desafio de formar profissionais capazes de intervir e de colaborar com as transformações do quadro de fome e miséria em que se encontra uma faixa da população devido às desigualdades sociais, necessitamos estar preparados para acompanhar as tendências e as modificações que estão acontecendo no perfil alimentar e nutricional da população, assim como a prevalência de enfermidades nutricionais. O profissional nutricionista atuante no mercado de trabalho não pode estar alheio à situação da população brasileira, caracterizada por uma clara transição nutricional, tanto por carências nutricionais como enfermidades crônicas degenerativas, produto de uma alimentação inadequada, que indica a necessidade de profissionais preparados para dar respostas transformadoras a este quadro.

A faculdade SMG, orientada pela concepção do curso a qual delineia o perfil do Nutricionista, objetiva formar um profissional da saúde com formação generalista, integrado e comprometido com a defesa da vida, de forma crítica, humanista, reflexiva, inclusiva, empreendedora, ética e legal, na transformação da realização social e política, com responsabilidade sócio-econômica-ambiental, capaz de atuar de forma interprofissional visando a integralidade da segurança alimentar e nutricional e atenção dietética em todas as áreas de atuação.

Também se destaca a importância da ética na formação do estudante, pois sem ela teríamos profissionais preparados para competir e não para compartilhar, aumentando a desumanização da ciência. A busca da qualidade deve ser alicerçada na competitividade e na profundidade e constantemente repensada e fundamentada na solidariedade além da produtividade.

O futuro nutricionista egresso SMG deverá, por meio de sua prática profissional assistir de forma integrada e universal os indivíduos e coletividades e respeitar as atividades que lhe competem, de forma responsável, sustentável e ética, com adequado padrão técnico, angariado por meio de constante atualização. A capacidade de liderança e gerenciamento são características que contemplam este profissional, empreendendo sempre em prol do bem-estar individual e coletivo.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

De acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição, a RESOLUÇÃO CNE/CES Nº 5, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2001, no art. 4º: “A formação do nutricionista tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

 

I – Atenção à saúde: os profissionais da saúde devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

 

II – Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e o custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

 

III – Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

IV – Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo como objetivo o bem-estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento, de forma efetiva e eficaz;

 

V – Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e a administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

 

VI – Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

Matriz Curricular:

1º PERÍODO

BIOESTATÍSTICA

BIOÉTICA

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO

PSICOLOGIA EM SAÚDE

SAÚDE AMBIENTAL

 

2º PERÍODO

ANATOMIA HUMANA

BIOLOGIA CELULAR, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

BIOQUÍMICA CELULAR E METABOLISMO

NUTRIÇÃO BÁSICA E BIODISPONIBILIDADE DE NUTRIENTES

TÉCNICA DIETÉTICA

BIOSSEGURANÇA

 

3º PERÍODO

BIOQUÍMICA DOS ALIMENTOS

FISIOLOGIA HUMANA

MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA

PARASITOLOGIA

PATOLOGIA

ESTUDOS ANTROPOLÓGICOS E SOCIOLÓGICOS

 

4º PERÍODO

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL

EPIDEMIOLOGIA

MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS

NUTRIÇÃO E DIETÉTICA

UNIDADES DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO I

METODOLOGIA CIENTÍFICA DA PESQUISA

 

5º PERÍODO

BROMATOLOGIA

FARMACOLOGIA APLICADA À NUTRIÇÃO

HIGIENE DE ALIMENTOS E VIGILÂNCIA SANITÁRIA

TERAPIA NUTRICIONAL I

UNIDADES DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO II

EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

 

6º PERÍODO

ALIMENTOS FUNCIONAIS E FITOTERÁPICOS

NUTRIÇÃO MATERNO-INFANTIL E DO ADOLESCENTE

SAÚDE COLETIVA

TECNOLOGIA DOS ALIMENTOS

TERAPIA NUTRICIONAL II

EMPREENDEDORISMO

 

7º PERÍODO

EDUCAÇÃO NUTRICIONAL

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I

QUALIDADE DE VIDA, MEIO AMBIENTE E ECONOMIA SUSTENTÁVEL

ESTÁGIO SUPERVISIONADO I

 

8º PERÍODO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II

TÓPICOS ESPECIAIS EM NUTRIÇÃO

NUTRIÇÃO ESPORTIVA

LEGISLAÇÃO E SEGURANÇA DO TRABALHADOR

ESTÁGIO SUPERVISIONADO II

 

Notícias