Contabilidade: qual o novo perfil do contador?

Autor(a):

A contabilidade é uma das atividades mais antigas do Brasil. De acordo com o livro comemorativo do Conselho Federal de Contabilidade “CFC – 70 anos de Contabilidade” a profissão começou a dar seus primeiros passos no ano de 1549. 

O Decreto-Lei n.º 9.295, de 1946 define as atribuições deste profissional. No entanto, como toda ocupação, exige que o indivíduo tenha um conjunto de habilidades e aptidões para obter sucesso na carreira. De 1946 pra cá, muita coisa mudou. Hoje, o mercado pede por um novo perfil do contador. Quer saber qual é? Continue a leitura e descubra!

Uma pitada de gestão

Se você ainda está apegado a ideia de que a contabilidade é uma ciência que se restringe apenas às operações burocráticas, temos uma novidade: o novo perfil do contador deixa essa característica um pouco de lado.

O mundo corporativo e a economia do país andam lado a lado aos movimentos de globalização, o que exige constantes mudanças nas configurações das empresas. A tecnologia avança e simplifica a vida das pessoas, pedindo que este profissional tenha uma postura mais analítica.

Isso significa que o contador deve se posicionar como um gestor, levando ideias inovadoras para o negócio e atuando como um braço direito nos processos de tomada de decisão. Tudo isso a partir de todo o conhecimento adquirido no curso: análises de balanço, formação de preço, gestão do fluxo de caixa e outros conteúdos que servem de base para que uma empresa acerte nas escolhas, sem que se prejudique financeiramente.

Muita vontade de aprender

Quando você pensa em iniciar uma graduação, é sinal de que sabe bem o peso dos estudos para a sua carreira. E se está de olho em Ciências Contábeis, precisa estar ciente de que o diploma deve ser complementado com uma pós-graduação, MBA ou até mesmo um mestrado.

O aprendizado contínuo é uma exigência do mercado que não tem como escapar. Não seria diferente na contabilidade. Quem não investe em formação é engolido pela concorrência. Nesse sentido, Auditoria e Perícia Contábil e Auditoria e Controladoria são exemplos de linhas que valem o investimento.

Desenvoltura para prestar um bom atendimento

Verdade seja dita: o Google até pode revelar a execução de alguns processos como a declaração do imposto de renda — mas a parte burocrática da contabilidade ainda é um trabalho que só pode ser realizada pelo profissional. 

Mesmo que as pessoas tentem fazer cálculos com a ajuda de tutoriais, se não tirarem suas dúvidas, correm o risco de cair na malha fina da receita. E quem já teve problemas com isso, sabe bem o valor do contador nesse processo. 

Prestar um bom atendimento é mais uma das competências obrigatórias. Não adianta achar que a atividade contábil só envolve números: o contador que deseja ter sucesso, precisa estabelecer um bom relacionamento com seus clientes. E deve ter paciência para isso. Lembre-se sempre de que o profissional é você.

O novo perfil do contador não foge muito à regra profissional do atual cenário corporativo brasileiro. Aprimore suas habilidades em relacionamento, invista em formação continuada e seja um sucesso na carreira escolhida!

Gostou do nosso conteúdo e procura por uma instituição de qualidade para estudar Ciências Contábeis? Siga nosso perfil no Instagram e fique por dentro dos próximos vestibulares. Até breve.

#insta
#facebook
Faculdades SMG © 2019​