Fisioterapia РFaculdade Santa Maria da Glória РSMG Fisioterapia

Fisioterapia

MATUTINO

NOTURNO

CONCEPÇÃO

O Curso de Fisioterapia visa a formar um profissional cr√≠tico e reflexivo, com uma forma√ß√£o universit√°ria generalista e humanista para atuar em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, com base no rigor cient√≠fico e intelectual, comprometido com a promo√ß√£o do seu papel social e com valores inspiradores de uma sociedade democr√°tica.

OBJETIVOS DO CURSO

Formar profissionais fisioterapeutas generalistas, aptos a atuar em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde (preven√ß√£o, promo√ß√£o e reabilita√ß√£o) com uma vis√£o ampla e global; o profissional deve respeitar os princ√≠pios √©ticos/bio√©ticos, morais e culturais do indiv√≠duo e da coletividade com o objetivo de preservar, manter, desenvolver e restaurar a integridade dos √≥rg√£os, sistemas e fun√ß√Ķes; deve ser um profissional voltado ao desenvolvimento cient√≠fico e apto a adquirir por sua iniciativa informa√ß√Ķes que possam garantir uma educa√ß√£o continuada e permanente.

OBJETIVOS ESPEC√ćFICOS

  • Desenvolver a compreens√£o da sa√ļde e das condi√ß√Ķes dignas de vida como direito de todos;
  • Ampliar conceitos para que se possa garantir a manuten√ß√£o da sa√ļde, do bem-estar e da qualidade de vida das fam√≠lias e da comunidade, entendendo a assist√™ncia integral √† sa√ļde como conjunto articulado e cont√≠nuo das a√ß√Ķes e servi√ßos preventivos e curativos, individuais e coletivos, em todos os n√≠veis de complexidade do sistema de sa√ļde e realizado de forma multidisciplinar;
  • Promover a compreens√£o do desenvolvimento hist√≥rico e metodol√≥gico da profiss√£o de fisioterapeuta, seus deveres e direitos para com a sociedade;
  • Possibilitar o exerc√≠cio da profiss√£o de forma condizente ao contexto social, entendendo-a como forma de participa√ß√£o social e respeito aos princ√≠pios √©ticos;
  • Contribuir para que haja a inser√ß√£o do fisioterapeuta em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, programas de promo√ß√£o, manuten√ß√£o, preven√ß√£o, prote√ß√£o, recupera√ß√£o e reabilita√ß√£o da sa√ļde, ampliando a intera√ß√£o multidisciplinar e o crescimento e desenvolvimento da profiss√£o;
  • Ampliar a atua√ß√£o do profissional a ser formado para o √Ęmbito das atividades de planejamento, organiza√ß√£o e gest√£o de servi√ßos de sa√ļde p√ļblica ou privada, al√©m de assessorar, prestar consultorias e auditorias no √Ęmbito de sua compet√™ncia profissional;
  • Desenvolver conte√ļdos e t√©cnicas para a compreens√£o cr√≠tica dos aspectos relacionados √†s quest√Ķes cl√≠nicas, cient√≠ficas, filos√≥ficas, √©ticas, pol√≠ticas, sociais e culturais, de modo a permitir avalia√ß√Ķes e reavalia√ß√Ķes, coleta de dados, realiza√ß√£o e interpreta√ß√£o de exames proped√™uticos e complementares, ou seja, de diagn√≥sticos cin√©tico-funcionais, bem como da integridade de √≥rg√£os, sistemas ou fun√ß√Ķes do corpo humano;
  • Promover a manuten√ß√£o e controle para efic√°cia na utiliza√ß√£o dos recursos tecnol√≥gicos, na atua√ß√£o fisioterap√™utica, visando √† qualidade e √† seguran√ßa.

PERFIL DO EGRESSO

Profissional fisioterapeuta com forma√ß√£o generalista, humanista, cr√≠tica e reflexiva, capacitado a atuar em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, com uma vis√£o ampla e global. Com o objetivo de atuar na promo√ß√£o da sa√ļde, preven√ß√£o de doen√ßas e incapacidades, no tratamento e reabilita√ß√£o, respeitando os princ√≠pios √©ticos/bio√©ticos, morais e culturais do indiv√≠duo e da coletividade, sendo um profissional voltado ao desenvolvimento cient√≠fico e apto a adquirir por iniciativa pr√≥pria conhecimentos que possam garantir uma educa√ß√£o continuada e permanente.

Toda a formação proporcionada ao discente estará alicerçada nas quatro aprendizagens fundamentais, citadas em relatório publicado pela comissão internacional da UNESCO[1], documento que apontou os pilares do conhecimento para a educação do século XXI:

  1. Aprender a conhecer, isto é, adquirir não apenas conhecimentos estanques, mas incorporar os instrumentos e as habilidades da compreensão, da análise, do entendimento e da construção do conhecimento;
  2. Aprender a fazer, de modo a transformar a teoria em pr√°tica, para poder agir sobre o meio envolvente e contribuir para transformar a realidade;
  3. Aprender a conviver, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas, fortalecendo os vínculos sociais;
  4. Aprender a ser, via essencial que integra as três aprendizagens precedentes, configurando-se como meio pelo qual se descobre o sentido da própria existência e da atividade profissional.

 

O futuro profissional em Fisioterapia da Faculdade Santa Maria da Gl√≥ria ‚Äď SMG ter√° uma forma√ß√£o generalista, humanista e cr√≠tico-reflexiva, com capacidade para atuar nos diversos n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, observando os princ√≠pios √©ticos/bio√©ticos e os contextos socioculturais, pol√≠ticos e econ√īmicos que influenciam o processo sa√ļde-doen√ßa do indiv√≠duo e da coletividade.¬†¬† Tendo como objeto de estudo o movimento humano, o futuro profissional dever√° elaborar diagn√≥stico cin√©tico-funcional, eleger e executar procedimentos que promovam, preservem e restaurem a integridade de √≥rg√£os, sistemas e fun√ß√Ķes.

Concluindo o futuro fisioterapeuta ser√° capaz de:

  • Atuar em todos os n√≠veis de aten√ß√£o √† sa√ļde, integrando-se em programas de educa√ß√£o, promo√ß√£o, preven√ß√£o e reabilita√ß√£o da sa√ļde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;
  • Intervir promovendo as rela√ß√Ķes multiprofissionais, interdisciplinares e transdisciplinares com extrema produtividade na promo√ß√£o da sa√ļde baseado na convic√ß√£o cient√≠fica, de cidadania e de √©tica;
  • Contribuir para a manuten√ß√£o da sa√ļde, bem estar e qualidade de vida das pessoas, fam√≠lias e comunidade, considerando suas circunst√Ęncias √©ticas, pol√≠ticas, sociais, econ√īmicas, ambientais e biol√≥gicas;
  • Refletir, analisar e elaborar criticamente quest√Ķes cient√≠ficas e sociais em sa√ļde implicadas na atua√ß√£o do Fisioterapeuta, tendo condi√ß√Ķes de intervir nas √°reas de Fisioterapia comunit√°ria, hospitalar e cl√≠nica;
  • Planejar, atuar, acompanhar e avaliar a√ß√Ķes e programas de educa√ß√£o e promo√ß√£o da sa√ļde, preven√ß√£o e reabilita√ß√£o do indiv√≠duo, de forma humana e integral, valorizando e respeitando a vida;
  • Elaborar criticamente o diagn√≥stico cin√©tico funcional e a interven√ß√£o fisioterap√™utica, considerando o amplo espectro de quest√Ķes cl√≠nicas, cient√≠ficas, filos√≥ficas, √©ticas, pol√≠ticas, sociais e culturais implicadas na atua√ß√£o profissional do Fisioterapeuta, sendo capaz de intervir nas diversas √°reas onde sua atua√ß√£o profissional seja necess√°ria;
  • Eleger t√©cnicas, recursos e condutas apropriadas, objetivando tratar os dist√ļrbios no campo do movimento humano, em toda sua extens√£o e complexidade, estabelecendo progn√≥stico, reavaliando condutas e decidindo pela alta fisioterap√™utica;
  • Ser competente tanto nos planos t√©cnico e pol√≠tico como nos planos √©tico e social. Ser capaz de tomar decis√Ķes a partir de uma an√°lise criteriosa das consequ√™ncias na vida dos usu√°rios do sistema de sa√ļde, decis√Ķes estas impl√≠citas no ato e na l√≥gica da escolha;
  • Estar apto a problematizar o processo de trabalho em sa√ļde, explorando suas contradi√ß√Ķes em favor das demandas leg√≠timas da sociedade brasileira;
  • Produzir conhecimento novo em sa√ļde e buscar novas respostas aos problemas da realidade pelo esp√≠rito agu√ßado de investiga√ß√£o e pela subjetividade inconformista e rebelde que processualmente constr√≥i ao longo de sua trajet√≥ria de vida pessoal e profissional;
  • Atuar na forma√ß√£o permanente, com o di√°logo e com a conviv√™ncia guiada pela √©tica da solidariedade;
  • Ser competente para gerenciar o processo de cuidar nas diferentes √°reas da Fisioterapia incluindo a domiciliar, assumindo sua autonomia t√©cnica;
  • Tornar-se refer√™ncia nos servi√ßos de sa√ļde junto √† equipe e aos usu√°rios, ensinando e desenvolvendo a cidadania pelo exemplo ativo e atuante;
  • Ser competente para identificar necessidades individuais e coletivas de sa√ļde interferindo na altera√ß√£o do perfil de morbimortalidade do pa√≠s.

[1] DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. UNESCO, 1999.

CAMPOS DE ATUAÇÃO

O fisioterapeuta tem um amplo campo de atua√ß√£o, desenvolvendo a√ß√Ķes em todas as fases do processo sa√ļde-doen√ßa: promo√ß√£o, preven√ß√£o e reabilita√ß√£o, relacionados com as √°reas de ortopedia e traumatologia, desportiva, neurologia, urologia, reumatologia, cardiologia, pneumologia, pediatria, ginecologia e obstetr√≠cia, geriatria e dermatofuncional. Para atender esta demanda profissional, o fisioterapeuta pode atuar em diferentes cen√°rios: Unidades de sa√ļde e de Apoio √† Comunidade; domic√≠lios, Centros de Educa√ß√£o e Investiga√ß√£o, Centros ou Servi√ßos de Sa√ļde Ocupacional; Escolas; Creches; Centros para Idosos; Clubes Desportivos; Empresas/Locais de Trabalho, Hospitais; Centros de Reabilita√ß√£o; Centros Comunit√°rios de Sa√ļde, Ambulat√≥rios ou Consult√≥rios Privados e em outros locais de aten√ß√£o integral √† sa√ļde. Em seu trabalho, o fisioterapeuta pode atuar independentemente de outros profissionais de sa√ļde, mas tamb√©m dentro de programas, projetos e equipes interdisciplinares e multiprofissionais de sa√ļde.

MATRIZ CURRICULAR

Anatomia humana

Anatomia humana aplicada ao sistema neuromuscular

Avaliação funcional

Bioestatística

Bioética

Biologia celular, histologia e embriologia

Bioquímica e biofísica

Biossegurança

Ciências da fisioterapia

Cinesiologia e biomec√Ęnica

Cinesioterapia e mecanoterapia

Clínica cardiológica em fisioterapia

Clínica em dermatofuncional

Clínica neurológica em fisioterapia

Clínica pneumológica em fisioterapia

Clínica traumatológica, reumatológica e ortopédica em fisioterapia

Clínica uroginecológica  e proctologia em fisioterapia

Educa√ß√£o das rela√ß√Ķes √©tnico-raciais

Eletrotermofototerapia

Empreendedorismo

Ergonomia e qualidade de vida

Est√°gio supervisionado I

Est√°gio supervisionado I

Estudos antropológicos e sociológicos

Farmacologia

Fisiologia do exercício

Fisiologia humana

Fisioterapia  aplicada a dermatofuncional

Fisioterapia aplicada a  cardiologia

Fisioterapia aplicada a  neurologia

Fisioterapia aplicada a  pneumologia

Fisioterapia aplicada a  traumatologia, reumatologia e ortopedia

Fisioterapia aplicada a  uroginecologia e proctologia

Fisioterapia desportiva e treinamento funcional

Fisioterapia em neonatologia

Fisioterapia em pediatria

Fisioterapia gerontológica

Fisioterapia na sa√ļde do trabalhador

Genética

Hidroterapia

Interpretação de exames radiológicos

Legisla√ß√£o e sa√ļde do trabalhador

Leitura e produção de texto

Metodologia científica da pesquisa

Microbiologia e imunologia

Patologia

Psicologia em sa√ļde

Qualidade de vida, meio ambiente e economia sustent√°vel

Recursos  terapêuticos  manuais e terapias  complementares

Sa√ļde ambiental

Sa√ļde p√ļblica e epidemiologia

Tópicos especiais em fisioterapia

Trabalho de conclus√£o de curso I

Trabalho de conclus√£o de curso II

Notícias